Ir para o conteúdo

Vera Cruz / RS e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
14
14 MAI 2018
EDUCAÇÃO
Município usa modelo pioneiro para licitar nova creche
enviar para um amigo
receba notícias

Construído para servir. A tradução do termo inglês built to suit norteará a obra da nova creche de Vera Cruz. Até o começo do próximo ano letivo, o Município contará com mais 70 vagas na educação infantil. A proposta inovadora, aprovada pela Câmara de Vereadores, está baseada em um modelo utilizado pelo ramo imobiliário para identificar contratos de locação a longo prazo, cuja construção atende os interesses do locatário.

A prefeitura de Vera Cruz é a primeira na região Sul do Brasil a empregar o modelo. “Fomos pioneiros na eletrificação rural, no telefone automático, no transporte escolar e tantas outras ideias. Esse protagonismo não poderia faltar nesta gestão. Cá estamos outra vez para escrever um novo capítulo na história do Município”, comemora o prefeito Guido Hoff, ressaltando o empenho dos setores Jurídico e de Engenharia nas consultas para elaboração do projeto.

A nova creche será construída em uma área da prefeitura ao lado da Escola Municipal de Ensino Fundamental José Pedro Pauli, no Bairro Imigrante. Conforme o Secretário de Educação, Cláudio Stoeckel, a construção atenderá uma região da área urbana sem atendimento de educação infantil. “Com a abertura dessas vagas, o Município supre a deficiência existente hoje e a demanda que virá pelos próximos anos”, garante o titular da pasta.

O edital de licitação será publicado nesta semana. O investimento tem valor estimado em até R$ 1.407.757,01. Para a construção da Escola Municipal de Educação Infantil – EMEI, com área de 723,80m², podem ser gastos até R$ 1.225.678,02. Já para mobiliário, equipamentos e utensílios, o custo deve ser de até R$ 182.078,99. O projeto e a execução ficarão por conta da empresa vencedora do processo licitatório, seguindo padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, do Ministério da Educação – MEC.

O modelo representa uma economia para Município em relação a contratação de financiamento. Atualmente, a Educação paga R$ 12.646,40 mensais para creches particulares que atendem 46 crianças com bolsa integral ou parcial. A partir da entrega da EMEI, o Município pagará um valor mensal de até R$ 10.865,65, considerando a locação de um prédio de mesmo porte mais o capital investido na obra, sendo que após 240 meses, a creche passa a integrar o patrimônio do Município.

 

SABOR DE ALEGRIA – Na sexta-feira (11), o Município inaugurou as obras de ampliação da Escola Municipal de Educação Infantil Sabor de Alegria, no Bairro Cipriano de Oliveira. A construção de mais uma sala, de 56,89 m², aumenta a capacidade da creche em 32 vagas, totalizando 112 crianças. A obra possibilita a oferta do Pré 1, antes Nível C, o que permite que os pequenos permaneçam na mesma escola até o ingresso no ensino fundamental. Além da nova sala, foi realizada ampliação do berçário, pequenos consertos e reformas, instalação de calhas, de coberturas e colocação de pisos. O valor total investido foi de R$ 94.480,93.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação Social